Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Acerca ainda do debate suscitado pela apresentação pública do relatório da Procuradoria Geral da República sobre a violação do segredo de justiça, importa dizer:
Os jornalistas, por norma, não violam o segredo de justiça. Pura e simplesmente mentem, ou criam notícia, insinuando ou sugerindo que violam o segredo de justiça.
''Segundo fonte bem informada''... ''revelamos em primeira mão''...
Fonte bem informada? O que é uma fonte bem informada, no âmbito de um processo judicial?
No âmbito de um processo judicial, uma fonte bem informada é um magistrado!
O sistema judicial convive com esta obscenidade ou porque lhe é conveniente violar o segredo de justiça ou, o que me parece mais provável, lhe interessa que os jornalistas criem factos com estatuto judicial.

Qualquer informação recolhida no âmbito da investigação ou dos procedimentos processuais é segredo de justiça até constar de pronúncia de acusação ou de conclusão de processo de instrução.

O sistema judicial não entenderá que as suspeitas de manipulação que recaem sobre os jornalistas se tornam, no âmbito desta ambiguidade, extensivas aos magistrados?

Cautela. Não podemos assistir de braços cruzados, em Portugal, à derrocada das instituições da República.


Autoria e outros dados (tags, etc)

21:52



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Pesquisar

  Pesquisar no Blog